Propaganda Google:
Propaganda Google:

Estomas

Estoma é um tratamento cirúrgico que corrige distúrbios intestinais, é normalmente recomendado em pacientes que possuem parte do intestino bloqueado ou outra patologia que impeça a eliminação das fezes pelo reto.

Colostomia

Colostomia é o nome popular de dois tipos diferentes de tratamento. A Ileostomia e a própria Colostomia.

A Colostomia é o procedimento idêntico realizado em região adequada ao tratamento proposto no intestino grosso. A finalidade é a mesma, impedir que o bolo fecal percorra o trajeto natural até o reto.

Ambos os procedimentos são utilizados para minimizar o risco de infecções após procedimentos cirúrgicos, ou ainda, quando não se pode restabelecer a anatomia natural do paciente em função de sua patologia ou seqüela.

Cuidados na manutenção do Estoma (Colostomia / Ileostomia)

A troca da bolsa é recomendada entre 5 e 7 dias, ou quando necessário (se houver vazamentos, mau cheiro intenso, sujidades), a vermelhidão e dor do peristoma indica problemas de irritação da pele.

O depósito das fezes na bolsa coletora se incia em torno de 72 horas após a intervenção cirúrgica.

A drenagem poderá ser contínua e constante, pois não há controle de retenção (esfíncter) dos dejetos ao redor do Estoma.

A bolsa coletora deve ser esvaziada a cada 4 ou 6 horas. Deve-se observar a quantidade de material drenado com constância e não permitir que seja preenchida além da sua metade. O preenchimento além desse limite coloca em risco a integridade do Estoma, ocasionando lesões e grande risco de infecção.

A pele no Estoma deve permanecer rosa ou vermelho vívido e brilhante.

Observar a pele ao redor da bolsa coletora, bem como a fixação e seu aspecto. Se muito sujo ao redor da fixação, deve-se fazer a troca da bolsa coletora.

É no intestino que ocorre a maior parte da absorção de líquidos e eletrólitos dispersos oriundos da nutrição do paciente. É prudente observar a ingestão de líquidos e monitorar com exames laboratoriais específicos a absorção adequada de eletrólitos e a hidratação regular. Sintomas de desidratação como pele seca e cefaléia (dor de cabeça) intensa e recorrente devem ser informados.


Propaganda Google:
Propaganda Google:
 
Propaganda Google:
 
 
Equipe Enfermagem - © 2011-2015